fbpx
a importância da educação escolar

A importância da educação escolar no século XXI

Compartilhe

Sumário

A educação é um direito humano fundamental e essencial para a construção de uma sociedade justa e igualitária.  Por isso, a educação escolar desempenha um papel crucial na formação do caráter e na disseminação de conhecimentos e valores fundamentais para a vida em sociedade. 

Além de proporcionar a aquisição de conhecimentos teóricos e práticos, a educação escolar contribui para o desenvolvimento de habilidades como a capacidade de se comunicar efetivamente, resolver problemas e ter empatia.

Veja, neste artigo, a importância da educação escolar no século XXI. Boa leitura!

Banner oferecendo o Guia das Metodologias Ativas para escolas gratuitamente. Podendo auxiliar na aplicação de rotações de estações de aprendizagem.

O que é educação escolar?

A educação escolar é um processo formal de ensino e aprendizagem que ocorre dentro de instituições de ensino, como escolas e universidades. Ela é caracterizada pela busca sistemática de conhecimentos, seguindo um currículo pré-determinado e organizado, no Brasil, pela BNCC, e é conduzida por professores qualificados. 

O ensino escolar, portanto, tem toda uma estrutura e é regulamentado pelo governo, sendo o que chamamos de “educação formal”.

Assim, a educação escolar é colocada como um termo diferente de “educação” porque a educação não ocorre só na escola.

Educação formal: a educação escolar

A educação formal é o tipo mais comum de educação escolar, que ocorre dentro de escolas regulamentadas e reconhecidas pelo sistema educacional de um país. 

Ela é obrigatória para crianças e adolescentes e vai ensinar de forma sistemática disciplinas como:

  • Linguagem;
  • Matemática;
  • Ciências;
  • História;
  • Biologia;
  • Geografia etc.

Após concluírem os estudos, os alunos recebem uma certificação formal que é muito importante para o ingresso no mercado de trabalho.

Educação não formal

 A educação não formal, por outro lado, ocorre fora do ambiente escolar tradicional e não segue um currículo estruturado. 

Ela é caracterizada por atividades e relações fora da sala de aula, por exemplo:

  • As instruções que a família passa à criança;
  • A educação que a criança recebe na escolinha da igreja;
  • O ensino recebido em atividades extras, como clube de escoteiros, por exemplo;
  • Cursos extracurriculares, como aulas de inglês ou de arte;
  • O que ela aprende através das mídias.

Essa modalidade de educação é flexível e adaptável, permitindo que os participantes aprendam habilidades específicas e adquiram conhecimentos em áreas de interesse pessoal.

Embora não seja formalmente reconhecida, a educação não formal desempenha um papel importante no desenvolvimento pessoal, na ampliação de horizontes e na promoção da aprendizagem ao longo da vida.

educação escolar formal e informal

Para que serve a escola e a educação escolar?

Segundo a BNCC, a escola serve para instruir as crianças para que elas tenham uma educação integral, em que aprendam valores e ações que transformem a sociedade, tornando-a mais humana, justa, inclusiva e que preserve a natureza.

Com base nisso, a escola tem a função de instruir os cidadãos para que eles estejam aptos a realizarem essas transformações na sociedade.

Além disso, em um período de facilidade de informações, imediatismo e grandes mudanças tecnológicas, a escola tem o papel de preparar os alunos para lidarem com tudo isso.

Veja adiante alguns tópicos em que a escola é muito importante para os alunos do século XXI.

Para proporcionar educação ambiental nas escolas

A educação escolar ambiental é de suma importância, segundo a BNCC, por que: 

  • ela contribui para a formação de cidadãos conscientes e responsáveis em relação aos problemas ambientais;
  • promove uma cultura de sustentabilidade e preservação do meio ambiente;
  • estimula o desenvolvimento de habilidades socioemocionais, como o pensamento crítico, a empatia e a resolução de problemas, fundamentais para lidar com os desafios ambientais da atualidade;
  • Integra diferentes áreas do conhecimento, estabelecendo conexões entre a ciência, a sociedade e a natureza;
  • contribui para a formação de um pensamento interdisciplinar.

Além disso tudo, é claro, a educação ambiental é extremamente necessária para gerar essa preocupação na juventude, pois, muitas vezes, não aprendem isso em casa.

Isso porque a sociedade não tem muita preocupação com essa questão, fazendo com que apenas a educação não formal não seja suficiente para gerar consciência ambiental na nova geração.

Portanto, a educação escolar tem esse papel importante na sociedade.

Educação antirracista nas escolas para impactar a sociedade

Um estudo do Observatório da Educação, realizado em 2020, constatou que 72% dos estudantes negros ou pardos no Brasil já foram vítimas de racismo na escola. Além disso, 77% desses alunos afirmaram ter presenciado atos de racismo em seu ambiente escolar.

Dados como esses mostram a importância da educação antirracista nas escolas, já que é preciso reduzir esses números urgentemente.

Com a educação escolar antirracista, são trabalhados valores como: 

  • Conscientização e empatia: é preciso entender a injustiça e os malefícios do racismo para que haja mais empatia.
  • Combate aos estereótipos: A educação antirracista desafia estereótipos prejudiciais e estigmas raciais.
  • Preparação para um mundo diverso: Em um mundo cada vez mais globalizado e diversificado, a educação antirracista prepara os alunos para interagir e colaborar em um ambiente multicultural.
  • Contribuição para a mudança social: Educar os jovens sobre o racismo os capacita a se tornarem agentes de mudança, combatendo a discriminação em suas comunidades.

A educação escolar é importante para quebrar essa visão racista que tem forte influência da família e da sociedade.

Educação inclusiva nas escolas e valorização da diversidade

Ainda nessa linha, a educação inclusiva é um princípio fundamental para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. 

Ela se baseia na ideia de que todas as pessoas, independentemente de suas características, capacidades ou condições, têm o direito fundamental à educação de qualidade em um ambiente escolar que as valorize e as inclua plenamente.

Isso é muito importante porque nem todas as famílias e grupos da sociedade possuem essa ideia de inclusão.

Portanto, cabe a escola esse papel através de:

  • Promoção da diversidade e igualdade: Ao criar um ambiente em que todos são respeitados e aceitos, as escolas contribuem para a formação de cidadãos mais tolerantes e empáticos.
  • Desenvolvimento de habilidades sociais: A convivência com colegas de diferentes origens e capacidades é uma oportunidade valiosa para o desenvolvimento de habilidades sociais e desenvolvimento de empatia.
  • Redução do estigma e da discriminação: A educação inclusiva desafia estereótipos e preconceitos, contribuindo para a redução do estigma e da discriminação. 
  • Melhoria da qualidade da educação: Ela incentiva práticas pedagógicas mais flexíveis e criativas, que atendem às necessidades individuais dos alunos. Além disso, a inclusão de diferentes perspectivas enriquece o processo de aprendizagem e estimula o pensamento crítico.

Educação sexual nas escolas para combater o abuso

Ao contrário do que muitos pregam que é feito nas escolas, a educação sexual ensina os jovens a respeitarem o seu corpo e não deixarem que alguém os toque indevidamente.

Muitas famílias não ensinam esses cuidados aos seus pequenos, deixando-os vulneráveis a situações de estupro e pedofilia. 

Além disso, segundo pesquisa realizada em 2019 pelo antigo Ministério dos Direitos Humanos, 90% dos casos de abuso infantil ocorrem dentro dos lares.

Dados como esses reforçam o papel da escola na educação sexual, pois ela precisa preparar as crianças para se protegerem, infelizmente, dos próprios familiares.

Assim, ao ensinar sobre consentimento, limites e relacionamentos saudáveis, a educação sexual ajuda a prevenir o assédio sexual e o abuso. Os alunos aprendem a reconhecer e denunciar comportamentos inadequados, contribuindo para um ambiente mais seguro.

Ela também auxilia com:

  • Informação e Prevenção de Doenças Sexuais;
  • Redução de gravidez na adolescência;
  • Melhora da autoestima;
  • Respeito ao próprio corpo;
  • Respeito ao parceiro.

Educação socioemocional nas escolas para uma sociedade mais saudável

Muitas famílias têm a visão de que psicologia não é importante, que depressão e ansiedade são “frescuras” e que não é preciso investir em saúde mental. 

Então, é nesse ponto que entra o papel da escola. A educação escolar trabalhar competências socioemocionais é importante para o indivíduo e para a sociedade como um todo.

O aluno aprende a importância de respeitar seus limites, de ter empatia, de procurar ajuda quando necessário, fazendo com que ele não desconte suas frustrações nos demais.

A sociedade é beneficiada com cidadãos estáveis mentalmente e que têm mais empatia pelo próximo.

Todos esses aspectos são importantes na educação escolar e são especificados na BNCC, sendo, portanto, dever das escolas trabalhar cada uma dessas questões.

Elementos importantes da educação escolar

Para que a educação escolar tenha sucesso e seja de qualidade, é preciso que existam alguns elementos na escola:

Infraestrutura de qualidade

Para que um estudante consiga se sentir bem e aprender na escola, uma infraestrutura decente é o mínimo necessário.

Devem existir carteiras de qualidade, uma sala de aula arejada, espaços para recreação, laboratórios e mais.

Sem infraestrutura o estudante não consegue se sentir confortável naquele ambiente, impactando a aprendizagem.

Professores capacitados

O ensino escolar é o ensino formal justamente por ser regulamentado e, para isso, os professores precisam ser capacitados. 

Não basta a formação acadêmica inicial do docente, mas também a formação continuada, focada em coisas como:

  • Educação escolar inclusiva;
  • Educação digital;
  • Metodologias ativas de aprendizagem;
  • Comunicação não violenta e mais.

Dessa forma, com professores aptos, os estudantes conseguem aprender mais e de forma contextualizada.

Participação da comunidade escolar

Para que a educação escolar tenha sucesso, a comunidade precisa colaborar com a escola.

Isso envolve não só os pais dos alunos, mas também seus familiares e até mesmo os vizinhos da escola.

Todos precisam focar no bem-estar dos jovens e participar ativamente na educação das crianças.

Coisas como participação nas reuniões e conselhos, acompanhamento das tarefas de casa e reforço positivo são apenas algumas das atividades que devem ser desempenhadas pela comunidade escolar.

Apoio fora da sala de aula

Os estudantes, na educação escolar, não conseguem aprender tudo na escola. Eles precisam ter suporte fora da sala de aula também.

Esse apoio pode acontecer de várias formas, mas é importante cuidar para não sobrecarregar os professores.

Uma forma de dar apoio aos estudantes fora da sala de aula é com a monitoria online, em que o aluno consegue ter reforço escolar, acompanhamento pedagógico e tirar as suas dúvidas facilmente, direto do celular.

Veja como é uma aula no aplicativo de monitoria online TutorMundi! Clique aqui 👈

Conclusão

A educação escolar é muito importante no século XXI, especialmente para orientar os estudantes em coisas que, muitas vezes, a família não orienta.

Quer acompanhar melhor seus estudantes para ver qual tipo de orientação ele mais precisa?

Baixe nosso modelo de acompanhamento pedagógico e fique sempre atento às necessidades de seus estudantes de forma fácil! É grátis 😉

Banner oferecendo gratuitamente o Relatório de acompanhamento pedagógico. Clique para baixar

Referências

Didática

O lugar da educação ambiental na educação

BNCC

Compartilhar esse artigo:

Gostou? Deixe sua opinião

Inscreva-se para receber conteúdos e notícias sobre ensino híbrido e personalização da aprendizagem no seu e-mail toda a semana.

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação