gestor escolar

Qual é o papel do gestor escolar?

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Sumário

O gestor escolar é uma peça fundamental para o sucesso de uma instituição de ensino. Seu papel é garantir o bom desempenho da escola e superar os desafios que prejudicam o aprendizado dos alunos.

Além de funções administrativas e gerenciais, o gestor da escola se torna o líder da comunidade escolar, assumindo posições não só de liderança, mas também mediação e de coordenação para elaboração do Projeto Político Pedagógico.

Portanto, é importante que a gestão escolar tenha condições para criar um ambiente que incentive a participação ativa de todos, para garantir a melhoria da qualidade de ensino.

gestor escolar

Neste artigo, vamos nos aprofundar sobre o papel do gestor na escola, as suas principais funções e objetivos, além de quais as habilidades esperadas de um bom gestor escolar.

O que é a gestão escolar?

A gestão é um conceito que vem do campo empresarial, utilizado para definir o modelo de organização de empresas. Por esse motivo, o termo enfrentou resistência de educadores mais tradicionais, por identificarem em sua utilização um distanciamento dos objetivos pedagógicos.

No entanto, a gestão traz benefícios profundos para uma instituição de ensino, por ser um modelo que privilegia a interação entre os setores através do gerenciamento de pessoas, de processos e de estratégias em direção a um objetivo comum.

Diferentemente da administração escolar, a gestão não se limita ao aspecto técnico, englobando também outras atividades que promovem a qualidade da escola para os alunos, para os profissionais e para toda a comunidade que faz parte dela.

Se você quiser conhecer mais sobre o funcionamento da gestão escolar, suas características e como ela se divide, visite este artigo completo que preparamos sobre o tema.

Qual é o papel do gestor escolar?

O gestor escolar tem o papel de gerir a escola a partir das diretrizes e políticas públicas educacionais, além de implementar o projeto pedagógico de maneira a garantir que os estudantes atinjam os objetivos desejados.

Assim, o objetivo central da gestão é garantir a qualidade de ensino e de aprendizagem para os alunos. Para isso, é necessário que o gestor assuma o papel de articulador entre todas as questões que envolvam a gestão pedagógica.

Quando bem gerenciada, a gestão pedagógica é a responsável por garantir os objetivos da escola, através do planejamento, do acompanhamento e da avaliação de desempenho dos alunos, dos professores e de toda a equipe escolar.

Ao assumir a gestão de uma escola, o gestor deve proporcionar condições para que ela se torne um ambiente educacional autônomo e que permita a participação das demais pessoas envolvidas na comunidade escolar.

O gestor escolar tem como principais objetivos:

  • Liderar a equipe escolar;
  • Envolver a comunidade escolar e aproximar as famílias da escola;
  • Conduzir a construção do Projeto Político Pedagógico;
  • Garantir o cumprimento do calendário escolar;
  • Valorizar e coordenar os colaboradores e professores;
  • Garantir o bom desempenho dos processos de ensino aprendizagem, intervindo quando for necessário;
  • Criar condições para capacitação continuada dos professores e profissionais da escola;
  • Gerir de forma transparente e responsável os recursos humanos, materiais e financeiros da escola;

Qual é a diferença entre o gestor escolar e o diretor da escola?

A figura do gestor escolar ganhou destaque a partir das reformulações da educação propostas após a adoção da gestão escolar democrática no final dos anos 1980.

Esse modelo de organização garante a participação de gestores, professores, funcionários, pais, alunos e todos os envolvidos na comunidade escolar nas decisões, incentivando a criação de um ambiente horizontal e colaborativo.

Dessa forma, a gestão democrática escolar transformou os papéis e as funções envolvidas com a administração escolar.

O diretor passou a desempenhar um papel de gestor, com atuação voltada para a discussão, o debate e o relacionamento com a comunidade, com o objetivo de assegurar uma educação participativa e emancipadora.

Cinco habilidades de um bom gestor escolar

Além de habilidades técnicas, o gestor escolar deve desenvolver algumas competências que vão ter impacto positivo na sua relação com a escola.

Para gerir uma equipe diversa e autônoma, ele deve ter sensibilidade e tato para lidar com pessoas, responsabilidade e respeito.

Para desempenhar um papel de liderança e influência, é necessário construir e cultivar o diálogo entre as pessoas envolvidas na escola e fora dela.

Confira cinco habilidades esperadas de um bom gestor escolar:

1. Planejamento estratégico

Uma das funções do gestor escolar é a de coordenar a construção do PPP da escola. Essa tarefa exige: a participação de muitas pessoas envolvidas nos processos de escuta da comunidade escolar, planos de ação e relatórios complexos.

Para isso, o gestor deve planejar estratégias para atingir os objetivos da escola, delimitar prazos, delegar e coordenar as equipes.

Saiba mais >> Dicas de gestão escolar na educação remota e híbrida

2. Mediação de conflitos

O diálogo com a comunidade escolar é essencial para construção de uma gestão escolar democrática, e isso envolve trabalhar com opiniões divergentes sobre as decisões da escola.

Dessa forma, o gestor deve agir como mediador, indicando os caminhos para atender as demandas de todas as pessoas envolvidas e garantir que os resultados sejam compartilhados por todos.

3. Motivação da equipe

Um bom gestor escolar deve envolver seus colaboradores e funcionários com os objetivos da escola e fazer com que todos se sintam como um time.

Faz parte de suas atribuições valorizar o desempenho dos colaboradores, estimular a busca por capacitações e melhorias, incentivar o bom relacionamento entre as equipes, entre outras funções.

O sucesso no desempenho da instituição depende do trabalho conjunto, em harmonia e com respeito. Logo, o gestor que sabe gerir os recursos humanos de sua organização garante bons resultados e uma equipe satisfeita e motivada.

4. Formação continuada

O gestor escolar deve estar em constante atualização. É importante fazer cursos que capacitem o profissional com novas técnicas de administração, com boas ferramentas e com métodos de gestão.

Assim como se ensina para os alunos, a educação não acaba na sala de aula. O gestor precisa caminhar junto com as mudanças que o mundo passa e levar conhecimento para o seu ambiente de trabalho.

5. Inovação em sala de aula

As escolas precisam trazer inovações que deem um diferencial competitivo frente a outras instituições. Por isso, o gestor deve conhecer ferramentas e metodologias de ensino inovadoras que transformem o ambiente educacional com o que há de melhor no mercado.

Além de conhecer as novidades, ele  deve entender como elas podem ser úteis para a realidade da sua escola e capacitar os professores para aplicar as inovações em sala de aula.

Estratégias como o ensino híbrido e as metodologias ativas de aprendizagem são tópicos que devem fazer parte da rotina das escolas do futuro, já que promovem o protagonismo do aluno e mais engajamento com as aulas.

Conclusão

A escola é um espaço que permite a convivência, a construção e a socialização de saberes das pessoas que fazem parte dela. E, para isso, é essencial que todos os envolvidos tenham oportunidade para decidir, pensar e compartilhar, desenvolvendo autonomia no processo.

O papel do gestor escolar é garantir que a educação seja emancipadora e que os direitos sejam respeitados para toda a comunidade escolar.

Assim, além de administrar, o gestor representa um espaço que tem uma função social muito clara: formar cidadãos que vão transformar a sociedade.

Fontes

O PAPEL DO GESTOR NA UNIDADE ESCOLAR: DESAFIOS E POSSIBILIDADES

O gestor escolar e suas ações à frente da gestão

O Papel do Gestor Escolar na Melhoria da Qualidade da Educação

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Rodrigo Dutra

Rodrigo Dutra

Estrategista de marca e especialista de conteúdo, minha missão é encontrar formas de flexibilizar e personalizar o aprendizado para que alunos irem além de seus potenciais.

O que achou do artigo? Nos conte.

Inscreva-se para receber conteúdo e notícias sobre ensino híbrido e personalização da aprendizagem no seu e-mail toda a semana.

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação