Como conduzir uma pesquisa de satisfação dos pais com a escola?

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Sumário

Ouvir as famílias é fundamental para manter pais e alunos contentes com a escola. Por isso, realizar uma pesquisa de satisfação dos pais com a escola é o melhor caminho para entender os seus desejos e atender às suas necessidades.

Com uma pesquisa bem elaborada, é possível traçar um planejamento estratégico para a gestão escolar e melhorar a retenção de alunos, oferecendo mais qualidade e aumentando a confiança na escola.

Mas para atingir esse objetivo, a pesquisa de satisfação escolar deve trazer informações e evidências que, de fato, ajudem a melhorar a qualidade da instituição.

Neste artigo, vamos entender, passo a passo, como conduzir uma pesquisa de satisfação dos pais com a escola de maneira eficiente. Boa leitura!

O que é uma pesquisa de satisfação?

A pesquisa de satisfação é uma ferramenta utilizada para compreender o comportamento, as expectativas e as necessidades dos clientes.

Ela pode ser aplicada para medir a aceitação de um novo produto ou a necessidade de fazer mudanças em um serviço, com foco na melhoria dos processos.

É através da pesquisa de satisfação que uma escola consegue saber o que as pessoas pensam da instituição, como está o atendimento, como anda a qualidade do ensino, entre outros tópicos fundamentais.

O objetivo de uma pesquisa de satisfação escolar é identificar o que está sendo positivo e o que está desapontando as pessoas, equilibrando, assim, as expectativas em relação à escola.

A pesquisa é feita com o objetivo de avaliar um aspecto específico, através de questionários, físicos ou digitais, que devem ser respondidos por um público-alvo por um determinado período.

Os resultados servem para guiar a gestão escolar, auxiliar na elaboração da proposta pedagógica da escola e apoiar ações de marketing educacional, entre outras possibilidades.

Por que fazer uma pesquisa de satisfação na sua escola?

No mundo educacional, é comum enfrentar resistência ao utilizar conceitos presentes em outras áreas, como marketing e negócios. Porém, a pesquisa de satisfação nas escolas pode ser o que vai tornar a sua escola uma referência no ensino de qualidade.

Em qualquer negócio, o sucesso está diretamente relacionado com a satisfação de quem consome seus serviços e o recomenda para mais pessoas.

Mas se o cliente está insatisfeito, além de abandonar a empresa, ele também relata sua experiência negativa com outras pessoas. Em uma escola isso não é diferente.

Com a pesquisa de satisfação escolar, é possível entender quais são as expectativas dos pais e onde estão as falhas da instituição de ensino, o que cria oportunidades para corrigir os problemas antes de perder os alunos.

Uma pesquisa de satisfação escolar pode ajudar sua instituição a:

  • Manter os alunos e evitar a evasão escolar;
  • Corrigir erros e apontar oportunidades de ação;
  • Entender as expectativas das famílias em relação à escola;
  • Economizar tempo e dinheiro com ações estratégicas.

Encontrando sua vantagem competitiva

Em um cenário de grande concorrência, a escola que se destaca das outras é aquela que apresenta diferenciais. Além de oferecer um ensino de qualidade, ela deve buscar dialogar e entender as expectativas das famílias.

Por isso, a pesquisa de satisfação tem um papel fundamental para trazer evidências que apoiem a gestão escolar. É possível, por exemplo, saber as condições para a adoção de novas tecnologias educacionais e como está a aceitação das famílias.

Saiba mais >> Qual é o papel do gestor escolar?

Após descobrir como anda a satisfação das famílias com o que a escola oferece, é fundamental saber como criar um diferencial competitivo que destaque a sua escola.

Para isso, desenvolvemos um guia completo para você encontrar o que vai fazer sua escola despontar frente à concorrência e garantir maior estabilidade.

diferencial competitivo para escolas

Pesquisa de satisfação de aulas online

A pandemia obrigou que a maioria das escolas passassem por um processo de transformação, com a adoção do ensino remoto.

Por ter sido adotada em caráter emergencial, muitas lacunas ficaram abertas e a pesquisa de satisfação é um bom caminho para encontrá-las e corrigi-las.

Saiba mais >> Vantagens e desvantagens da educação à distância para a educação básica

A pesquisa de satisfação de aulas online pode ser realizada de forma remota e pode orientar a adoção de tecnologias de aprendizagem mais eficazes.

A pesquisa de satisfação de aulas online pode ser realizada de forma remota e pode orientar a adoção de tecnologias de aprendizagem mais eficazes.

Se sua escola ainda não elaborou um diagnóstico a respeito da satisfação com as aulas online, talvez seja o momento de criar uma estratégia que permita pensar no futuro, com a consolidação do ensino híbrido e o uso de metodologias ativas de aprendizagem.

Passo a passo para elaborar uma pesquisa de satisfação dos pais com a escola

pesquisa de satisfação dos pais com a escola

O processo para conduzir uma pesquisa de satisfação nas escolas é simples, mas precisa ser realizado com cuidado e atenção. A pesquisa não deve ser feita de qualquer jeito, pois para levantar as informações necessárias, sua elaboração deve ser eficiente.

Para ajudar na elaboração da pesquisa de satisfação dos pais com a escola, trazemos um passo a passo com algumas dicas essenciais. Confira a seguir.

1º Defina o que será avaliado

Pode parecer óbvio, mas o primeiro passo para montar uma pesquisa de satisfação escolar é definir o que será avaliado. O ideal é que a pesquisa aborde temas específicos que tenham relação com a escola.

Nessa hora, também é necessário escolher se a pesquisa será anônima ou não. A identificação pode influenciar as respostas, por isso avalie a necessidade.

Entre os tópicos que podem ser abordados em uma pesquisa de satisfação na sua escola, destacamos:

  • Qualidade dos professores;
  • Qualidade da gestão escolar;
  • Infraestrutura física da escola;
  • Avaliação de aprendizagem;
  • Atendimento;
  • Material escolar;
  • Utilização dos recursos;
  • Tecnologias disponíveis;
  • Metodologia de ensino.

Evite ser muito abrangente e vá direto ao ponto. É importante que a escolha do que será avaliado seja feita pela gestão escolar, com participação de professores e funcionários.

2º Elabore o questionário

A montagem do questionário da pesquisa de satisfação não é nenhum segredo para quem já está acostumado a elaborar provas e avaliações para os alunos.

As perguntas podem ser feitas em questões de múltipla escolha, discursivas e em pontuação, ou mesclando os formatos. O importante é que ela permita avaliar de forma objetiva o que se pretende descobrir.

Uma forma muito eficaz em pesquisas de satisfação é fazer uma pergunta e sugerir as respostas através de uma escala de likert.

escala de likert

A escala funciona como uma régua, na qual em um extremo está o máximo de insatisfação e no outro o máximo de satisfação. O meio é um ponto neutro.

Através da escala, o entrevistado pode indicar qual é o seu nível de satisfação para cada questão apresentada, de forma rápida e objetiva.

Lembre-se: a pesquisa de satisfação não é uma questão do Enem! Faça perguntas curtas e diretas e conte com a boa vontade dos participantes.

Não existe um número ideal de perguntas, mas para que o questionário seja preenchido por completo pela maioria dos participantes, o ideal é que ele tenha em torno de 10 questões.

3º Escolha um meio

Qual é o canal mais fácil de chegar no seu público-alvo? A escolha do canal de comunicação deve levar em conta o tempo disponível e a possibilidade de realização presencial.

Por causa da pandemia, atualmente o melhor canal é o digital. A sua pesquisa de satisfação pode ser feita pela internet, com o Google Forms ou outra ferramenta de formulário, e enviada por e-mail para os pais ou responsáveis.

Saiba mais >> Automação Escolar: 7 processos para otimizar a gestão escolar

Se preferir utilizar meios mais tradicionais, a pesquisa de satisfação pode ser enviada para os pais, através dos alunos, ou ser disponibilizada na secretaria ou recepção da escola. Mas nesse caso, o tempo para a apuração pode ser maior.

4º Estabeleça um prazo

Deixe claro qual é o prazo para resposta da pesquisa de satisfação. Se a opção da sua escola for realizar a pesquisa online, envie e-mails para os pais ou responsáveis avisando quanto tempo falta para encerrar a pesquisa.

No caso de questionários físicos enviados pelos alunos, oriente os alunos sobre a importância de entregar a pesquisa na escola.

O tempo destinado para a resposta dos questionários pode ser de quatro dias a uma semana, a depender do objetivo da pesquisa. Se a taxa de respostas estiver baixa, aumente o tempo e reforce a cobrança.

5º Analise os resultados

Após coletar as respostas dos entrevistados, a escola deve mensurar os resultados. Nesse momento, ferramentas digitais como o próprio Google Forms são excelentes, pois fornecem gráficos e dados de fácil visualização.

Os resultados podem ser levantados individualmente para cada questão, além de definir um nível de satisfação geral baseado no conjunto de perguntas da sua pesquisa.

6ª Divulgação

Um dos objetivos da pesquisa de satisfação é mostrar para as famílias que a escola está preocupada com o que elas pensam. Por isso, após a sua realização, considere divulgar os resultados para a comunidade escolar.

O resultado da pesquisa de satisfação escolar pode vir acompanhado das próximas ações que serão tomadas pela escola.

Essa é uma forma de mostrar que a voz das famílias tem valor e incentivar a participação delas na vida escolar dos alunos.

Perguntas para pesquisa de satisfação escolar

Elaboramos um modelo que pode servir de inspiração para a realização de pesquisas de satisfação nas escolas. O modelo funciona como uma avaliação da qualidade de ensino, infraestrutura e equipe pedagógica e pode ser facilmente modificado para cada realidade.

Avaliação da qualidade de ensinoÓtimoBomRegularRuim
Articulação do conteúdo teórico
Oferecimento de atividades práticas
Qualidade dos materiais
Quantidade de atividades
Apoio aos alunos
Avaliação da infraestruturaÓtimoBomRegularRuim
Adequação do espaço de sala de aula
Recursos e ferramentas de ensino
Espaços para recreação
Cantina
Avaliação da equipeÓtimoBomRegularRuim
Pontualidade
Relacionamento com alunos
Relacionamento com pais
Comunicação
Domínio dos conteúdos
Metodologia de trabalho
Adequação da linguagem
Capacitação

Conclusão

Fazer uma pesquisa de satisfação vai além de medir resultados de desempenho. Ela é uma forma de encontrar as dores das famílias e oferecer a melhor solução para seus problemas.

Por isso, considere realizar pesquisas frequentes com a sua comunidade escolar. Dar voz a quem faz a escola acontecer é manter a instituição viva, acolhedora e aberta para o novo.

Compartilhar esse artigo:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Rodrigo Dutra

Rodrigo Dutra

Estrategista de marca e especialista de conteúdo, minha missão é encontrar formas de flexibilizar e personalizar o aprendizado para que alunos irem além de seus potenciais.

Uma resposta

Gostou? Deixe sua opinião

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação