Formação continuada de professores

Conheça a importância da formação continuada para os professores

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Sumário

Em um mundo em constante mudança, a escola desempenha um papel central para formar uma nova geração capaz de dialogar com as demandas da sociedade. Nesse contexto, a formação continuada para os professores surge como caminho para alcançar um dos principais objetivos da escola: aprimorar o processo de ensino aprendizagem.

As experiências com a pandemia de covid-19 mostram a importância de estar atualizado e em constante mudança. O mundo inteiro precisou se adaptar a uma realidade digital e a lidar com uma série de alterações comportamentais. Na sala de aula, seja ela física ou virtual, esse sentimento foi amplificado.

Com o papel de conduzir a aprendizagem, os professores precisaram se reinventar, descobrir novas ferramentas, desenvolver competências, comunicar de forma diferente. Entretanto, aprender novas habilidades não é novidade na vida do docente, isso faz parte da busca por entregar um ensino de qualidade e garantir o aprendizado dos alunos.

A formação continuada é uma forma que o professor tem de se preparar para o futuro e conquistar melhores condições profissionais. Seja no âmbito acadêmico, através de pós-graduações ou em cursos livres, é na melhoria da prática docente que ela é ancorada, vista como um processo permanente e constante.

Neste artigo, vamos entender o que é a formação continuada para os professores, quais são os seus objetivos e como essa prática é realizada no Brasil.

O que é a formação continuada para professores?

A formação continuada é uma prática relacionada à busca constante pela qualificação profissional, com o objetivo de melhorar a prática docente e a trajetória profissional do professor.

Ela acontece através de cursos de formação, capacitações, oficinas, programas de qualificação profissional, entre outras abordagens, oferecidas por instituições privadas e públicas para profissionais que atuam em todos os segmentos da educação.

O professor que busca a formação continuada para se qualificar se torna capaz de se adaptar às novas tendências da educação, além de acompanhar as evoluções do processo de ensino-aprendizagem.

Um dos objetivos da formação continuada para os professores é incluir metodologias de ensino inovadoras nas propostas pedagógicas e desenvolver conhecimentos que possam agregar no aprendizado dos alunos.

Além disso, a formação continuada é uma forma de valorização do profissional. Em constante atualização, o professor se destaca e pode conquistar melhores condições de trabalho. Por outro lado, a escola ganha um quadro de docentes capaz de atender às demandas por educação de qualidade.

Alguns dos principais objetivos da formação continuada para os professores são: 

  • Adoção de novas tecnologias em sala de aula;
  • Desenvolvimento de novas competências;
  • Aperfeiçoamento de habilidades pedagógicas;
  • Aprender metodologias de ensino inovadoras;
  • Aprimorar processos de avaliação de aprendizagem;
  • Acompanhamento de políticas públicas educacionais.
A importância da formação continuada para professores

Como é a formação continuada de professores no Brasil?

No Brasil, a formação continuada dos professores está presente na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), reforçado com a adoção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com a finalidade de zelar pela aprendizagem dos alunos.

Saiba mais >> Como são aplicadas as Políticas Educacionais no Brasil?

Por isso, esse processo também deve ser entendido como uma política pública, sendo responsabilidade do Estado promover a capacitação dos professores através de programas públicos de educação.

Atualmente, existem alguns programas de formação continuada para professores oferecidos pelo Estado. Confira a seguir:

Formação no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Curso para os professores que atuam na alfabetização. Com duração de 2 anos, são abordados os direitos de aprendizagem das crianças, os processos de avaliação de aprendizagem, o uso dos materiais distribuídos pelo MEC voltados para o ciclo de alfabetização, entre outros temas.

ProInfantil

Curso voltado aos profissionais que atuam na educação infantil, nas creches e pré-escolas das redes pública e privada que não possuem formação docente.

Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica – Parfor

Programa voltado para a oferta de educação superior gratuita para professores da rede pública de educação básica.

Proinfo Integrado

Programa voltado para capacitação no uso das Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC nas escolas. Também está vinculado à distribuição de equipamentos tecnológicos nas escolas e à oferta de conteúdos multimídia.

Saiba mais >> A importância das TDICs para a educação

e-Proinfo

Um ambiente virtual de aprendizagem público que permite o desenvolvimento de ações como cursos a distância, projetos colaborativos e diversas formas de apoio à educação a distância.

Pró-letramento

Programa para a melhoria da aprendizagem nas áreas da leitura e escrita e matemática nos anos iniciais do ensino fundamental.

Gestar II

Oferece formação continuada em língua portuguesa e matemática aos professores dos anos finais do ensino fundamental de escolas públicas.

Rede Nacional de Formação Continuada de Professores

Criada em 2004, tem o objetivo de contribuir para melhorar a formação dos professores de educação básica dos sistemas públicos de educação.

Como fazer a formação continuada para os professores?

Além dos programas públicos de educação, é importante que a gestão escolar das escolas particulares ofereça meios de formação continuada para os professores e estimule a participação dos docentes nas atividades de qualificação.

Confira algumas alternativas que as escolas podem buscar para oferecer formação continuada aos professores:

Cursos livres

Os cursos livres são a forma mais comum de oferecer capacitação profissional a baixo custo e com aplicação direta em uma área específica. Eles costumam ser oferecidos com finalidade e objetivo bem definidos e têm curta duração.

Os cursos livres podem ser realizados tanto no formato presencial quanto no online. Uma característica dos cursos livres é que eles não precisam ser reconhecidos pelo MEC, portanto, qualquer pessoa pode oferecer um curso livre sobre algum conhecimento que domine.

Pós-graduação

As pós-graduações são um complemento à formação acadêmica tradicional. Com duração aproximada de um a dois anos, a pós é uma modalidade voltada para capacitar profissionais para serem especialistas em uma determinada área.

Saiba mais >> Gestão Pedagógica para escolas inovadoras: como modernizar o processo de ensino-aprendizagem

Oficinas

Assim como os cursos livres, as oficinas são voltadas para atender uma demanda específica de aprendizado, porém costumam acontecer em um período de tempo menor.

Sua aplicação está relacionada ao desenvolvimento de habilidades práticas, como no uso de uma ferramenta ou no treinamento para adoção de metodologias de aprendizagem.

Palestras e eventos

Os eventos são uma ótima oportunidade para fazer networking e conhecer novas referências profissionais. Eles costumam reunir diversos profissionais especialistas em uma área para palestras, oficinas e seminários.

Durante a pandemia, os eventos foram realizados de forma online e permitiram a participação de pessoas de vários lugares do mundo. Um exemplo foi o Congresso Brasileiro de Gestão Educacional – Geduc, que reuniu mais de 800 líderes educacionais para falar sobre gestão escolar e tecnologia entre os dias 12 e 16 de abril de 2021.

Um dos palestrantes foi o CEO do TutorMundi Raphael Coelho, que apresentou um quadro sobre como as escolas podem utilizar o ensino híbrido como diferencial para se destacar das concorrentes do mercado.

Para saber mais sobre como foi o evento, acesse nossa cobertura sobre o Geduc 2021.

Importância da formação continuada para professores

Conclusão

A formação continuada de professores é uma forma de garantir mais qualidade no ensino e melhores condições de trabalho para os docentes. É um meio de mostrar para a comunidade escolar que a instituição se preocupa com o futuro dos alunos e valoriza seus profissionais.

O resultado de uma gestão escolar que investe na formação de seus professores é uma rede engajada, comprometida com a evolução e a melhoria do aprendizado de seus alunos. Em um mundo de mudanças, a escola deve ser a primeira a encarar os desafios. 

Fontes:

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-cne/cp-n-1-de-27-de-outubro-de-2020-285609724

http://portal.mec.gov.br/formacao

Compartilhar esse artigo:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Rodrigo Dutra

Rodrigo Dutra

Estrategista de marca e especialista de conteúdo, minha missão é encontrar formas de flexibilizar e personalizar o aprendizado para que alunos irem além de seus potenciais.

Gostou? Deixe sua opinião

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação