A formação básica busca desenvolver os conhecimentos essenciais para a formação dos alunos, mas além das disciplinas obrigatórias, as escolas podem estimular habilidades nos estudantes através da atividade extracurricular.

Baseadas em práticas que fortalecem a interação e o desenvolvimento físico e cognitivo, as atividades extracurriculares contribuem para a formação integral do estudante e fortalecem competências essenciais para o século XXI.

Essas atividades podem ser realizadas através do esporte, da arte ou de disciplinas extras.

Os benefícios que elas fornecem aos alunos podem ser sentidos no desempenho acadêmico (até mesmo como um reforço escolar), no relacionamento interpessoal e na saúde física e mental.

Neste artigo, vamos entender quais são as principais atividades extracurriculares e como a escola e as famílias podem integrá-las na rotina dos estudantes.

Banner oferecendo o Guia das Metodologias Ativas para escolas gratuitamente para criar aulas interativas.

O que é uma atividade extracurricular?

Atividade extracurricular é uma extensões do currículo escolar. Isso é feito através de práticas que envolvem esportes, atividades culturais e vivências que estimulem outras habilidades além das disciplinas obrigatórias.

Elas podem ser realizadas em grupo, como na prática esportiva, ou individualmente, através de:

sempre fora do período escolar tradicional.

Integrar atividades extracurriculares no dia a dia dos alunos tem o efeito de preencher o tempo livre.

Entretanto, acima disso, estimulam o desenvolvimento de conhecimentos e habilidades, como aprender um novo idioma e melhorar o condicionamento físico.

A prática das atividades extracurriculares está associada ao combate a dificuldades de aprendizagem e de convivência.

Por exemplo, alunos com dificuldades de concentração podem obter melhoras significativas nas aulas ao entrar em clubes de xadrez ou leitura.

Além disso, o efeito também pode ser sentido para crianças com dificuldades no sono!

Isso porque, ao se exercitarem em atividades extracurriculares, como aulas de esporte, conseguem controlar melhor a energia e obter resultados positivos que vão além da sala de aula.

Por que atividades extracurriculares são importantes?

As atividades extracurriculares são importantes porque oferecem alternativas para o desenvolvimento de habilidades dos alunos fora do currículo escolar tradicional.

É através dessas atividades que os alunos podem descobrir aquilo que mais gostam e com o que se identificam, causando impactos significativos na sua vida profissional e pessoal.

A escola que oferece aos seus alunos atividades extracurriculares diversas permite que os alunos encontrem caminhos para expressar suas paixões e desejos, com objetivos como:

Produção artística como atividade extracurricular
pexels.com

Além das vantagens das atividades extracurriculares para os alunos, adotar essas práticas trazem efeitos positivos para as famílias e para as escolas.

Ao oferecer opções de atividades fora do período escolar, os pais que precisam trabalhar e dedicar mais tempo à sua profissão podem contar com auxílio na formação dos filhos, que vão estar desenvolvendo outras habilidades e se divertindo ao mesmo tempo.

Como alternativa para a formação tradicional, as práticas extracurriculares diversificam a educação do estudante, o que tem reflexos na sua vida pessoal e familiar.

Já as escolas que oferecem atividades extracurriculares também contam com um importante diferencial competitivo em relação à concorrência.

Isso pois, ao invés de buscar outras instituições como clubes e cursos para seus filhos, as famílias podem recorrer a escola em que eles estão matriculados, trazendo mais segurança e praticidade.

Para as instituições de ensino, a oferta de planos como escolinhas de esportes, clubes de xadrez e robótica ou aulas de dança e teatro podem aumentar a receita da escola, e que podem ser cobrados diretamente da mensalidade dos alunos.

Banner oferecendo a lista com 41 ferramentas para uso em aula

Como funciona a atividade extracurricular?

As atividades extracurriculares podem ser realizadas tanto pela escola quanto por outras entidades ligadas à educação, ao esporte e à cultura, acontecendo fora do horário escolar.

Os pais ou responsáveis podem buscar alternativas para complementar as atividades escolares dos filhos até mesmo nas férias, como em cursos de verão, funcionando como opção de lazer, ou em atividades regulares, com o objetivo de desenvolver uma habilidade específica.

No caso de cursos de idiomas, as atividades extracurriculares podem oferecer certificados que também vão colaborar com a formação do estudante.

Além disso, essas certificações, quando oferecidas por instituições de ensino reconhecidas, podem ser utilizadas no currículo e preparar o aluno para o mercado de trabalho.

Quais são as atividades extracurriculares?

Existem várias opções de atividades extracurriculares para os alunos desenvolverem novas habilidades. Algumas podem ser oferecidas para estudantes de qualquer idade, outras demandam que os alunos tenham uma maior faixa etária.

Vamos apresentar as principais alternativas encontradas nas escolas e como elas ajudam no desenvolvimento dos estudantes. Confira!

Cursos de idiomas

As escolas de idiomas são as atividades extracurriculares mais conhecidas, tanto pelo valor que traz para o estudante como pela facilidade de encontrar opções de cursos livres.

Aprender um novo idioma ajuda que as crianças conheçam novas culturas e desenvolvam habilidades de conversação, estimulando o pensamento crítico, a criatividade e a sociabilidade.

Esportes como atividade extracurricular

A prática esportiva traz inúmeros benefícios para pessoas de todas as idades, mas sobretudo em crianças e jovens, que estão em processo de formação.

Entre as vantagens, podemos destacar:

  • o maior controle físico
  • melhor controle emocional,
  • desenvolvimento corporal,
  • interação,
  • e a socialização que os esportes promovem.

Oferecer atividades extracurriculares como escolinhas de futebol, vôlei, natação ou judô, dá para os alunos a possibilidade de trabalharem o corpo e a mente. Além disso, terem melhores resultados tanto em sala de aula quanto na vida.

Atividades artísticas

As atividades extracurriculares artísticas, como aulas de música, teatro e dança, permitem que os alunos descubram o seu lado criativo e desenvolvam novas habilidades.

A música pode fazer parte do dia a dia de crianças desde o início da vida escolar, ajudando a compreender processos cognitivos que desenvolvem a atenção e a coordenação motora.

Além disso, a música é utilizada, inclusive, como terapia para crianças com dificuldades de aprendizagem, por agir em áreas do cérebro relacionadas à cognição.

Ademais, crianças muito agitadas ou com quadros de hiperatividade também podem ser beneficiadas por atividades extracurriculares como a dança ou o teatro, por ser um espaço para canalizar a energia e trabalhar o equilíbrio, a postura e a disciplina corporal.

Clubes de leitura

A biblioteca das escolas é um ótimo espaço para a criação de clubes de leitura. Eles permitem que os alunos, com a orientação de professores ou de outros alunos, desenvolvam o hábito da leitura desde cedo.

Por isso, esses clubes podem ser relacionados às temáticas abordadas pelos livros didáticos utilizados pelos principais exames vestibulares do Brasil, como o Enem, o que estimula a participação e o desempenho dos alunos nas provas.

Espaço maker/ Clube de robótica como atividade extracurricular

É uma atividade extracurricular encontrada em escolas inovadoras.

Isso porque os espaços maker e os clubes de robótica permitem que os alunos conheçam e aprendam como funciona a linguagem de programação, prototipagem e ligações eletrônicas.

Dessa forma, o estudante pode ter contato com conceitos vistos nas disciplinas de física e matemática, aprendendo na prática sobre conceitos como mecânica, elétrica, algoritmos, entre outros.

Além disso, aprender com recursos tecnológicos estimula uma das competências exigidas pela nova BNCC: a cultura digital.

Robótica como atividade extracurricular
pexels.com

Conclusão

Portanto, quando as escolas oferecem atividades extracurriculares para seus alunos, uma porta se abre para que a criança desenvolva novas habilidades que vão acompanhá-la ao longo da vida, sem se limitar ao conteúdo programático das disciplinas regulares.

Além dos benefícios observados no crescimento dos jovens e na interação social, essas atividades também são diferenciais competitivos valiosos para instituições de ensino.

Quer ver como criar mais diferenciais competitivos? Baixe nosso e-book grátis aqui! 👈