ideb

IDEB: O que é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica?

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Sumário

O sistema de ensino brasileiro conta com um indicador capaz de reunir as principais informações sobre a qualidade do ensino no país em um único número: o IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

Aplicado desde 2007, o IDEB é hoje o principal instrumento para avaliar como está a educação brasileira e poder compará-la com outros países.

Através dele, é possível monitorar a educação no país, baseado em um cálculo gerado a partir da taxa de aprovação nas escolas e das médias de desempenho dos estudantes.

Mas, como ele funciona? Quais são os dados que compõem o cálculo dele? Como saber a nota IDEB da minha escola?

Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre o IDEB. Boa leitura!

O que é o IDEB?

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica é um indicador utilizado para medir a qualidade do aprendizado nas escolas públicas e privadas de todo o Brasil.

Criado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o Ideb usa os dados de aprovação obtidos pelo Censo Escolar anualmente e as médias de desempenho das provas do Saeb, aplicadas pelo Inep a cada dois anos.

Em uma escala de 0 a 10, quanto maior for o desempenho dos estudantes e o número de alunos aprovados, maior será o IDEB da escola.

Com a nota do IDEB, o Ministério da Educação pode traçar metas para melhorar o ensino no país e construir políticas públicas educacionais que garantam a todo estudante acesso à educação de qualidade.

Qual é a importância do IDEB?

O IDEB é um instrumento estabelecido pelo Plano Nacional da Educação (PNE), que define metas e estratégias para melhoria da educação no Brasil. 

Ele está presente na Meta 7 do PNE, com o objetivo de:

Fomentar a qualidade da educação básica em todas as etapas e modalidades, com melhoria do fluxo escolar e da aprendizagem de modo a atingir as seguintes médias nacionais para o IDEB:

Ideb2015201720192021
Ensino Fundamental Anos Iniciais5,25,55,76,0
Ensino Fundamental Anos Finais4,75,05,25,5
Ensino Médio4,34,75,05,2

Ele permite monitorar a qualidade da educação no Brasil e traçar metas para melhoria. A cada dois anos, o MEC cria projeções para cada rede de ensino ou escola utilizando-o como base.

O objetivo de estabelecer metas para a educação é reduzir a desigualdade, oferecendo um diagnóstico individual que considera as características próprias de cada cidade, região e comunidade escolar.

No site do Inep, é possível acessar os resultados e metas da educação básica no Brasil, por estado, município ou escola. Acesse e confira.

Quais são os indicadores utilizados pelo IDEB?

O IDEB é formado a partir de dois componentes: a média de desempenho e a taxa de insucesso (reprovação + abandono) escolar.

A taxa de insucesso avalia o fluxo escolar como um todo e é medido pela média de aprovação e de evasão escolar, obtidos a partir do Censo Escolar anual.

O desempenho dos estudantes é medido a partir do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), que é realizado a cada dois anos e que uniu provas aplicadas em larga escala no Brasil.

Fazem parte do Saeb a Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb), a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (ANRESC ou Prova Brasil) e a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA).

Além de medir o desempenho dos estudantes em provas específicas, o Saeb também coleta informações socioeconômicas sobre a comunidade escolar, figurando como um importante registro da realidade educacional do país.

O Saeb deve passar por grandes mudanças em 2021. Para conhecer todas essas mudanças, confira nosso artigo completo sobre o Novo Saeb.

Como é calculada a nota do IDEB?

O cálculo do IDEB é feito a partir de uma fórmula que relaciona os resultados dos testes de proficiência com o percentual de aprovação das escolas.

Os resultados do Saeb nos testes de língua portuguesa e matemática são padronizados em uma escala de 0,0 (zero) a 10,0 (dez).

As taxas de aprovação das séries de cada segmento (Anos Iniciais, Anos Finais e Ensino Médio), são medidas em um percentual que varia de 0 a 100.

Depois, a média das duas notas dos testes de proficiência é multiplicada pelo percentual de aprovação. Vale lembrar que, caso o percentual seja de 70%, o valor a ser multiplicado será 0,7. Confira no exemplo abaixo uma simulação de nota IDEB.

calculo ideb

O que o IDEB revela sobre a educação básica no Brasil?

A partir do IDEB, é possível conferir como está o progresso da qualidade do ensino em cada segmento da educação básica por estado e município, além de comparação entre as escolas de uma mesma região.

Ao traçar metas e definir estratégias para cada biênio, ele também cria um compromisso com as redes de ensino de garantir condições para atingir esses objetivos.

Ao analisarmos os resultados do último Ideb, realizado em 2019, podemos verificar que existe uma desigualdade no desempenho entre os segmentos da educação básica.

Enquanto nos anos iniciais do Ensino Fundamental, as escolas atingiram a média estabelecida pelo PNE, os anos finais do EF e o Ensino Médio não conseguiram alcançar as metas do IDEB.

Esse fator, revela que, apesar dos esforços aplicados pelo poder público nos últimos anos, ainda estamos longe de atingir o desempenho ideal nas escolas brasileiras.

metas ideb anos iniciais
metas ideb ensino fundamental
metas do ideb ensino médio

Como ver a nota do IDEB da minha escola?

O Inep disponibiliza os dados do índice através da plataforma IDEB por Escola. O sistema permite coletar informações sobre o contexto escolar e levantar dados sobre outras escolas para efeito de comparação.

Além de fornecer os dados do IDEB e seus componentes individualmente, o sistema por Escola também apresenta informações sobre a complexidade da gestão escolar, quais as práticas inclusivas que a escola oferece, infraestrutura, espaços de aprendizagem e organização.

Para acessar o sistema IDEB por Escola, clique aqui.

Como utilizar os dados do IDEB na gestão escolar?

Mais do que um ranking de escolas e sistemas de ensino, ele fornece uma série de dados e informações que podem ajudar a construir propostas pedagógicas e planos de ação direcionados para as demandas dos estudantes.

A gestão escolar pode aproveitar o levantamento fornecido pelo IDEB e pelo Saeb para agir com maior ênfase nas áreas em que os estudantes apresentaram mais dificuldade.

Graças ao seu caráter bianual, o IDEB é um indicador que permite visualizar os pontos em que a escola acertou e quais merecem maior atenção no período.

Isso garante mais segurança para a gestão escolar desenvolver suas próprias metas, considerando a aplicação dos exames para o biênio seguinte.

Saiba mais >> Qual é o papel do gestor escolar?

Conclusão

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica fornece maior transparência para a comunidade escolar ao tornar público o desempenho das escolas de todo o Brasil.

Logo, além de servir de guia para o desenvolvimento de políticas públicas, o IDEB é um importante indicador para a elaboração de propostas pedagógicas voltadas ao atendimento das demandas dos estudantes.

Atingir a meta do IDEB é apenas um dos indicadores que devem ser levados em conta para levantar um diagnóstico sobre a educação no país. Além disso, é necessário esforços de toda a comunidade escolar para construir uma escola participativa e acessível para todos.

Newsletter TutorMundi

Receba conteúdos e notícias sobre educação no seu e-mail toda a semana.
Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Rodrigo Dutra

Rodrigo Dutra

Estrategista de marca e especialista de conteúdo, minha missão é encontrar formas de flexibilizar e personalizar o aprendizado para que alunos irem além de seus potenciais.

O que achou do artigo? Nos conte.

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação