Notebook sobre colo de homem

Como usar o Marketing educacional para gerar diferencial competitivo e cativar novos alunos

Compartilhe

Sumário

À primeira vista, talvez possa parecer estranho associar escola/colégio ao marketing. No entanto, diante da maior concorrência no setor da educação, as instituições de ensino precisam de (boas) estratégias de marketing educacional para atingir seus objetivos e se destacarem.

Neste post, mostramos o que é e para que serve o marketing educacional, bem como de que forma se valer dessa estratégia. Confira!

O que é marketing educacional?

O marketing educacional é basicamente um processo que investiga as necessidades da sociedade com o objetivo de desenvolver serviços eficientes de educação.

Além de entender o conceito, vale a pena conferir como o marketing estratégico para instituições educacionais pode gerar um diferencial competitivo para as escolas e quaisquer outras instituições de ensino. Saiba mais a seguir!

Para que serve o marketing educacional?

O marketing educacional ajuda em ações estratégicas como:

Captação de alunos

Para que alunos se matriculem em sua instituição, é preciso que eles a conheçam de alguma forma, certo? O Marketing Educacional, portanto, tem a função de cumprir essa tarefa, ou seja, tornar sua escola conhecida e atrativa para matricular mais alunos.

Ele foca em estratégias de propaganda para matrícula escolar para que sua escola particular consiga atrair mais estudantes.

Guia completo para campanha de captação de alunos

A própria campanha de matrículas faz parte das estratégias de marketing educacional. Entretanto, é importante que ele seja promovido ao longo de todo ano letivo para que seja de fato eficaz nessa função.

Comunicação com o público

O uso de ferramentas digitais no marketing escolar possibilita que a instituição converse com seu público e é relevante para:

  • Manter os seus alunos engajados com sua instituição, por exemplo, através das redes sociais;

  • Fazer com que os pais tenham uma boa visão sobre a sua escola e sua gestão escolar, através de postagens de blog direcionada a eles;

  • Tornar sua escola conhecida para um público em potencial que ainda não conhece, e, muitas vezes, no momento em que eles estão buscando;

  • Levar comunicações para toda a comunidade escolar, como anúncios de sorteios, por exemplo, que também ajudam no engajamento.

Dessa forma, o marketing educacional melhora a comunicação da instituição de ensino com o seu público.

Posicionamento da instituição de ensino no mercado

Outro ponto interessante é que as técnicas adequadas de marketing estratégico para instituições educacionais permitem que a escola se posicione melhor no mercado, assumindo posições importantes diante da concorrência.

Tanto os meios digitais, como as redes sociais, quanto os meios offline, como campanhas de guerrilha, favorecem esse tipo de ação, ajudando a construir uma imagem de respeito para o público.

Assim, quando se posiciona como uma marca com autoridade, a instituição ganha em lucro e em alcance.

Como fazer marketing educacional?

Como conquistar novos alunos por meio de marketing educacional? É importante fazer um planejamento estratégico para definir quais são as melhores ações a tomar de acordo com o tipo e o perfil da instituição. 

Um cuidado a ser tomado é que há diversos tipos de instituições de ensino: faculdades, escolas, cursinhos, cursos profissionalizantes, plataformas de ensino à distância (EAD) e cada uma precisa ter uma estratégia de marketing educacional adaptada.

Para isso, o ambiente digital é um dos melhores espaços para ser explorado pela equipe de planejamento.

Lâmpadas com balões de ideias

Muitas ferramentas podem ser usadas para fazer propaganda de matrícula escolar, propaganda para captar alunos e marketing para escolas particulares. Tais como: aplicativos próprios, campanhas nas redes sociais, marketing de conteúdo, links patrocinados e assim por diante.

Abordaremos com mais detalhes essas estratégias em seguida!

Estratégias de marketing educacional

Vejamos agora algumas estratégias para colocar o marketing educacional em ação:

Desenvolver Persona

A persona é um dos conceitos mais importantes do marketing educacional — é a pessoa que a instituição de ensino pretende atingir com as estratégias.

Ela deve ter:

  • nome;
  • sobrenome;
  • problemas;
  • costumes;
  • conteúdos que consome;
  • hobbies;
  • e outras características que possam julgar relevantes em seu caso.

É importante entrevistar pessoas reais e analisar o perfil dos seus clientes ativos e perguntar os níveis de satisfação deles para criar uma persona o mais acurada possível. 

Ao fazer as ações focadas em converter as suas personas, suas estratégias serão muito mais assertivas, atingindo quem você realmente deseja.

Afinal, não adianta desenvolver um discurso se ele não está direcionado para o público certo. 

Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das respostas à questão de como atrair alunos para a escola particular.

Há diferentes formatos de conteúdo, e eles variam de acordo com o objetivo: e-book, webinar, podcast, vídeos, quiz, slide, post nas redes sociais.

Nesse sentido, é fundamental contar com boa criatividade para elaborar conteúdos variados e instigantes e que funcionem melhor com o seu público. São várias as possibilidades de acordo com suas necessidades.

Assim, as redes sociais se tornam poderosas aliadas para engajar esse público e atrair alunos para a sua escola particular.

SEO para marketing de conteúdo educacional

Uma das técnicas usadas para captar alunos através do marketing de conteúdo é o SEO (Search Engine Optimization). 

Trata-se de aplicar palavras de relevância em artigos de blog para aparecerem em buscadores da internet como o Google. Dessa forma, quando alguém procura essas palavras, há muitas chances de ele ser direcionado para a página da instituição.

Exemplo: você tem espaço maker e disciplinas de robótica e programação em sua escola. Então, escreve um artigo utilizando SEO sobre a importância dessas disciplinas para a educação e apresenta que oferece isso em sua escola.

Assim, quando um pai procurar “por que ensinar robótica para crianças” ele poderá encontrar o artigo de sua escola, interessar-se pela sua instituição e potencialmente matricular o filho nela.

Geração de leads

Leads, basicamente, são aqueles potenciais compradores do seu produto ou serviço, no caso, seriam os pais ou responsáveis que têm chances de matricularem os filhos em sua escola.

Ou seja, são pessoas que demonstraram algum interesse na sua escola, seja através de um contato por whatsapp, uma curtida em uma postagem ou de um questionário respondido no site de sua escola.

Um marketing educacional estratégico ajudará na geração de leads, pois mais pessoas ficarão interessadas em sua instituição e, consequentemente, você vai conquistar novos alunos.

Segmentação do seu público

Uma instituição de educação pode atender a diferentes turmas, e cada uma delas apresenta suas próprias necessidades. Nesse sentido, a segmentação permite personalizar as mensagens para pessoas ou grupos específicos.

Além disso, é possível pagar para empresas como o facebook ou o google fazerem com que suas publicações cheguem no público esperado por meio de campanhas segmentadas. 

Essas campanhas de marketing educacional são direcionadas para quem você deseja alcançar, como: pais de crianças de certa faixa etária; jovens pais moradores da sua região; famílias que vivem próximas a sua escola etc, tornando muito mais efetiva a sua propaganda para captar alunos.

A melhor parte é que a instituição de ensino consegue contatar somente as pessoas que demonstram interesse nos serviços que ela oferece. Essa forma de filtragem contribui para a economia de dinheiro.

Marketing de guerrilha para escolas

O marketing de guerrilha utiliza meios pouco convencionais, mais agressivos e mais criativos, algumas vezes de baixo custo.

Trata-se de um método inspirado na guerra do Vietnã, desenvolvido por Jay Conrad em 1970, para ajudar empresas pequenas a se manterem competitivas perante a concorrência.

No caso de instituições de ensino, o objetivo é ser tão atraente que seja difícil ignorá-las. Consequentemente, fica mais fácil captar alunos.

Saia na frente, baixe grátis o nosso guia do diferencial competitivo

Criatividade é uma palavra-chave. Os estudantes podem, por exemplo, se transformar em agentes ativos e não meros espectadores, como nos casos abaixo:

  • ações em shoppings centers que contem com a participação do público-alvo, como um espaço kids grátis para os pais deixarem os filhos enquanto fazem compras, ou a apresentação de uma cantata feita por seus alunos no palco do espaço;

  • participação em eventos culturais, shows, festas tradicionais da cidade;

  • campeonatos ou corridas promovidas pela instituição, como um torneio de vôlei interescolar por exemplo;

  • campanhas nas redes sociais em que os alunos postam fotos de alguma atividade da escola, e a que receber mais curtidas, por exemplo, recebe um prêmio;

  • executar um dia do amigo em sua escola, que seria um momento em que é preparado um dia de atividades e os estudantes podem convidar um colega gratuitamente para passar esse dia com ele em sua instituição;

  • preparar seus alunos para fazer ações sociais, como serenatas em asilos, distribuição de alimentos ou doações para instituições carentes. Isso, além de estimular a empatia em seus estudantes, também faz com que as pessoas vejam sua escola como uma instituição de valor.

O marketing educacional de guerrilha é mais trabalhoso e potencialmente cansativo para a equipe de administração escolar, entretanto, é muito poderoso! Especialmente em cidades pequenas, em que, potencialmente, todos já ouviram falar de sua instituição.

Organização e divulgação de evento

É importante que a escola planeje eventos para interação com a família e com os alunos. Dessa forma, a instituição revela preocupação com a formação completa dos estudantes, aproximando mais a família e construindo valores. Pais, responsáveis e toda a comunidade escolar devem participar dos eventos.

Como fazer propaganda escolar?

O passo a passo para fazer propaganda para captar alunos envolve alguns aspectos que já abordamos:

Definição dos objetivos

É muito importante ter as metas bem estipuladas. Para isso, perguntas como: quantos alunos quer alcançar? Qual é sua meta para cada segmento?

Profissionais fazem o planejamento de marketing educacional em escritório

Compreensão de sua persona

Se você não tem uma persona definida, o primeiro passo é criar uma como já explicamos antes. Em seguida, compreendê-la é entender também aspectos do seu público-alvo, o que vai ajudar na definição de todos os demais aspectos.

Identificação dos canais mais acessados pelo público

É possível fazer isso através de pesquisas feitas pela sua escola ou por dados fornecidos por empresas especializadas nisso. A identificação dos melhores canais para fazer sua propaganda escolar é muito importante para ser assertivo e, consequentemente, mais efetivo e econômico.

Algumas perguntas para direcionar isso são: eles utilizam mais o instagram ou o facebook? Consomem conteúdo digital ou não? O que costumam ler e por onde?

 Definição de qual será a linguagem usada na campanha

Isso vai depender do meio que você estará utilizando, mas também da sua persona. Definir o nível de formalidade, entonação, formato e estilo é crucial para causar uma boa impressão.

Se seu público for de pais jovens, por exemplo, uma linguagem atual e mais despojada pode cair bem. Tudo dependerá da sua persona.

Avaliação do produto e do mercado

Ter isso definido é fundamental para entender os pontos fortes e fracos da sua escola e os movimentos do mercado, assim você conseguirá entender no que focar e quando.

Qual é o diferencial de sua escola? O ensino é personalizado? Está adequada ao Novo Ensino Médio? É inclusiva? Tudo isso pode ser utilizado para destacar seu ensino.

Análise dos concorrentes

Saber o seu diferencial em comparação com seus concorrentes é uma coisa a se pensar. É possível analisar também as estratégias que estão usando e se tem dado certo, dessa forma, você consegue fazer melhor. 

Avaliação dos recursos e das limitações da instituição

Aqui é preciso fazer o orçamento, ver até quanto você pode e quer investir na propaganda para captar alunos em sua instituição. É preciso, obviamente, cuidar para não extrapolar os limites financeiros de sua escola.

Definição da mensagem

Aqui você define, com todos esses pontos apresentados anteriormente, qual é a mensagem que você deseja em sua propaganda para que ela seja o mais estratégica possível.

Deve-se levar em consideração a imagem que quer passar da sua instituição, o meio em que ela será veiculada, o impacto que deseja causar e a reação que espera do público-alvo.

Definição das métricas

Aqui é a parte em que se definem os pontos que quer avaliar para verificar se sua propaganda de captação de alunos deu certo.

Algumas das métricas possíveis de serem definidas são: número de pessoas alcançadas nas redes sociais; número de cliques no site da escola; volume de formulários preenchidos; quantidade de pais que visitaram a escola e até o número de matrículas. Tudo dependerá dos seus objetivos.

Cálculo do retorno

Aqui calcula-se se o investimento valeu a pena. O gasto em propaganda para captação de alunos foi maior ou menor que o retorno gerado pelos que se matricularam? Caso a resposta seja não, é importante avaliar o que deu errado para acertar no ano seguinte.

Marketing educacional: como manter e conquistar mais alunos

Ao aplicar corretamente o marketing educacional, é possível reduzir, e até evitar, a evasão escolar. As estratégias ajudam a fidelizar e captar alunos à medida que contribuem para consolidar a imagem da escola.

Quando os pais e os alunos se sentem satisfeitos com o que a instituição oferece, não há sentido em procurar outra escola.

Vale lembrar que o produto de uma instituição educacional, para o marketing, é o ensino que ela oferece. Torna-se, portanto, fundamental trabalhá-lo a fim de aperfeiçoá-lo, de corrigir falhas e investir em inovação e criatividade.

Não se trata de um produto tangível, mas de um bem intangível extremamente valioso que precisa ser lapidado.

Homem olhando anotações de marketing educacional na parede

O marketing escolar é multifacetado, envolve muitas áreas. Convém aplicar as estratégias que citamos e outras que a equipe julgar necessária.

Como estratégia de melhoria de ensino e consequentemente do marketing educacional, o sistema de tutoria online TutorMundi é um grande diferencial. Por meio dele, a escola pode conectar os alunos com as melhores universidades do Brasil sem a necessidade de agendamento.

Ele oferece maneiras diversas de compartilhar o conhecimento (reforço de Matemática, aprendizado de um novo idioma e assim por diante). As lições são individuais, feitas por mensagem de texto, vídeo, foto ou áudio.

Dessa forma, os pais, ao saberem que o filho terá um professor particular disponível por meio do app fornecido pela escola, pensarão na economia proporcionada, na preocupação que a escola tem em estar presente em todos os momentos e na praticidade de tudo isso.

Assim, decidir pela sua escola será bem mais vantajoso. Aplicar práticas eficientes de marketing educacional pode ser desafiador.

Por isso, preparamos este e-book sobre como montar uma campanha de matrículas efetiva em sua escola. Confira e comece a se preparar já para captar mais alunos!

Compartilhar esse artigo:

Gostou? Deixe sua opinião

Inscreva-se para receber conteúdos e notícias sobre ensino híbrido e personalização da aprendizagem no seu e-mail toda a semana.

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação