10 competencias gerais da bncc

10 competências gerais da BNCC para a Educação Básica

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Sumário

As 10 competências gerais da BNCC foram criadas para agirem como um fio condutor da aprendizagem. Elas devem ser desenvolvidas ao longo de toda a educação básica, além de suas competências específicas, para cada etapa do desenvolvimento escolar.

A BNCC traz orientações para nortear os currículos das redes públicas e privadas da Educação Básica, e sua implementação é uma oportunidade de garantir um padrão de qualidade no ensino do país.

Vamos entender, neste artigo, o que o ensino baseado em competências traz de novo para a educação brasileira e conhecer as competências trabalhadas pela BNCC.

O que é a Base Nacional Comum Curricular?

A BNCC é um documento para guiar a educação básica nas escolas do Brasil, melhorando a aprendizagem a qual todos os alunos têm direito.

A elaboração da Base foi coordenada pelo MEC e contou com a participação de entidades de todo o país. O texto passou por três versões, chegando em sua versão final depois de milhões de contribuições dos diversos setores interessados.

A Base aponta os conhecimentos, competências e habilidades que devem ser desenvolvidas por todos os estudantes do país. Ela segue princípios éticos, políticos e estéticos que direcionam a educação brasileira para a formação humana e construção de uma sociedade mais justa.

Estrutura da BNCC

A estrutura da BNCC é formada por competências gerais (traduzidas nas 10 competências gerais da BNCC), competências específicas e habilidades.

  • As competências gerais devem ser desenvolvidas ao longo de todas as etapas da Educação Básica e atuam como um guia socioemocional para a aprendizagem;
  • As competências específicas são divididas por área do conhecimento e pelos componentes curriculares;
  • As habilidades estão relacionadas aos objetos de conhecimento que os alunos devem desenvolver da Educação Infantil ao Ensino Médio.
eNUiA74uNWbB7WtWTv4hVPVhySvBjea36oyLHNo0N 9YiH pNOTRbUE9DZe98YyMKFvO1p NkQ2JTjZFeWUVUxf1E7bd0u5bpoNmZvrv8l ZpuDUwpZovqUAWUHVPGkwdC6T4hHs

O que são as competências na BNCC?

Na BNCC, competência é definida como a mobilização de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana, do pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho.

Elas são necessárias para o desenvolvimento de sujeitos autônomos, capazes de se adaptar às necessidades de um mundo em transformação, e são orientadas pelo princípio da educação integral.

A educação integral deve contemplar todas as dimensões do desenvolvimento humano, tanto na esfera cognitiva, acadêmica e intelectual quanto no desenvolvimento físico, social, emocional e cultural.

Para desenvolver essas dimensões, os currículos devem contemplar as 10 competências gerais da BNCC, um conjunto de conhecimentos que precisamos desenvolver e que estão conectados com os desafios do mundo contemporâneo.

Quais são as 10 Competências Gerais da BNCC?

A Base aponta 10 competências que devem estar contempladas em todas as etapas da educação básica. São elas:

1. Conhecimento

O que: Valorizar e utilizar os conhecimentos sobre o mundo físico, social, cultural e digital

Para: Entender e explicar a realidade, continuar aprendendo a colaborar com a sociedade

2. Pensamento científico, crítico e criativo

O que: Exercitar a curiosidade intelectual e utilizar as ciências com criticidade e criatividade

Para: Investigar causas, elaborar hipóteses, formular e resolver problemas e criar soluções

3. Repertório Cultural

O que: Valorizar as diversas manifestações artísticas e culturais

Para: Fruir e participar de práticas diversificadas da produção artístico-cultural

4. Comunicação

O que: Utilizar diferentes linguagens

Para: Expressar-se e compartilhar informações, experiências, ideias, sentimentos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo

5. Cultura Digital

O que: Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de forma crítica, significativa e ética

Para: Comunicar-se, acessar e produzir informações e conhecimentos e exercer protagonismo e autonomia

6. Trabalho e projeto de vida

O que: Entender o mundo e apropriar-se de conhecimentos e experiências

Para: Entender o mundo do trabalho e fazer escolhas alinhadas à cidadania e ao seu projeto de vida com liberdade, autonomia e responsabilidade

7. Argumentação

O que: Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis

Para: Formular, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões comuns, com base em direitos humanos, consciência socioambiental, consumo responsável e ética

8. Autoconhecimento e Autocuidado

O que: Conhecer-se compreender-se na diversidade humana e apreciar-se

Para: Cuidar de sua saúde física e emocional, reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas

9. Empatia e cooperação

O que: Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação

Para: Fazer-se respeitar e promover o respeito ao outro e aos direitos humanos, com acolhimento e valorização da diversidade, sem preconceitos de qualquer natureza

10. Responsabilidade e Autonomia

O que: Valorizar e apropriar-se de conhecimentos e experiências

Para: Entender o mundo do trabalho e fazer escolhas alinhadas à cidadania e ao seu projeto de vida, com liberdade, autonomia, criticidade e responsabilidade

As 10 competências gerais da BNCC indicam o que deve ser aprendido e para que, ou seja, com qual finalidade, indicando sua importância para a formação integral dos estudantes.

Em outras palavras, o objetivo seria desenvolver não só a capacidade de ler e escrever, por exemplo, mas também possibilitar que o aluno se comunique, expresse suas opiniões e sentimentos com clareza, e que essas habilidades possam ter um reflexo na vida cotidiana.

As competências não devem ser vistas de forma isolada, como um componente curricular específico, mas sim de forma interdisciplinar e associadas a todas as etapas da educação.

Da mesma forma, não há hierarquia entre elas, todas as 10 competências gerais da BNCC são igualmente essenciais para a educação integral.

Como as competências específicas são integradas a cada etapa da educação básica?

As competências gerais são as mesmas da Educação Infantil ao Ensino Médio, mas elas ganham particularidades em cada uma das fases do desenvolvimento dos alunos.

Educação Infantil

A Educação Infantil é a primeira fase da Educação Básica. Ela representa a primeira separação entre as crianças e seus vínculos afetivos familiares em direção à socialização.

A Base orienta que o trabalho na Educação Infantil seja voltado aos direitos e objetivos de aprendizagem e ao desenvolvimento em campos de experiência.

Direitos de Aprendizagem

A BNCC Educação Infantil traz seis direitos de aprendizagem fundamentais, que têm como eixos estruturantes as interações e a brincadeira.

Eles são importantes para que as crianças tenham os primeiros estímulos em direção a vivenciar o mundo social e natural e se entender como indivíduos.

Confira cada um dos seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento da Educação Infantil, segundo a BNCC:

  • Conviver com outras crianças e adultos.
  • Brincar cotidianamente de diversas formas, em diferentes espaços e tempos.
  • Participar ativamente das atividades propostas pelo educador e da realização das atividades da vida cotidiana.
  • Explorar movimentos, gestos, sons, formas, texturas, cores, palavras, emoções, transformações, relacionamentos, histórias, objetos, elementos da natureza, na escola e fora dela.
  • Expressar suas necessidades, emoções, sentimentos, dúvidas, hipóteses, descobertas, opiniões, questionamentos, por meio de diferentes linguagens.
  • Conhecer-se e construir sua identidade pessoal, social e cultural, constituindo uma imagem positiva de si e de seus grupos de pertencimento.

Campos de experiência

A organização curricular da Educação Infantil na BNCC está estruturada em cinco campos de experiências que definem os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento.

Eles formam um arranjo que integra as situações e experiências da vida das crianças aos conhecimentos fundamentais.

Selecionamos os cinco campos presentes na BNCC e suas principais orientações. Para conhecer as definições completas de cada campo de experiência, acesse o site da BNCC.

  1. O eu, o outro e o nós – criar oportunidades para que as crianças entrem em contato com outros grupos sociais e culturais e outros modos de vida.
  2. Corpo, gestos e movimentos – promover oportunidades ricas para que as crianças possam explorar e vivenciar um amplo repertório de movimentos, gestos, olhares, sons e mímicas com o corpo.
  3. Traços, sons, cores e formas – promover a participação das crianças na produção, manifestação e apreciação artística, e favorecer o desenvolvimento da sensibilidade, da criatividade e da expressão pessoal das crianças.
  4. Escuta, fala, pensamento e imaginação – promover experiências nas quais as crianças possam falar e ouvir, potencializando sua participação na cultura oral.
  5. Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações – promover experiências nas quais as crianças possam fazer observações, manipular objetos, investigar e explorar seu entorno, levantar hipóteses e consultar fontes de informação para buscar respostas às suas curiosidades e indagações. 

Ensino Fundamental

O Ensino Fundamental é a etapa mais longa da Educação Básica. Com duração de nove anos, é nesse período que as crianças e adolescentes passam por mudanças físicas, cognitivas e comportamentais que impõem desafios significativos.

No Brasil, o Ensino Fundamental é dividido em duas fases: os Anos Iniciais (do 1º ao 5º ano) e os Anos Finais (do 6º ao 9º ano), e a BNCC também é construída com essa divisão.

A partir do Ensino Fundamental, a BNCC é estruturada em áreas do conhecimento e seus componentes curriculares.

  • Área de Linguagens

Componentes curriculares: Língua Portuguesa, Arte, Educação Física, Língua Inglesa.

  • Área de Matemática

Componente curricular: Matemática.

  • Área de Ciências da Natureza

Componente curricular: Ciências.

  • Área de Ciências Humanas

Componentes curriculares: História e Geografia.

  • Área de Ensino Religioso

Componente curricular: Ensino Religioso.

Cada área do conhecimento e disciplina possuem competências específicas, que são relacionadas com as 10 competências gerais da BNCC.

As competências específicas promovem a articulação entre as áreas tanto de forma horizontal, integrando os componentes curriculares, quanto vertical, na progressão dos Anos Iniciais aos Anos Finais e na continuidade das experiências dos alunos.

Saiba mais >> BNCC Língua Portuguesa: o que você precisa saber para planejar suas aulas

Etapa da Alfabetização

A BNCC Etapa Ensino Fundamental Anos Iniciais e Anos Finais têm elementos em comum, mas com algumas particularidades.

No Ensino Fundamental Anos Iniciais, a BNCC reforça que o foco da ação pedagógica deve ser a alfabetização.

A criança deve chegar ao final do 2º ano alfabetizada, e para isso a Base traz competências e habilidades direcionadas.

  • Compreender diferenças entre escrita e outras formas gráficas (outros sistemas de representação);
  • Dominar as convenções gráficas (letras maiúsculas e minúsculas, cursiva e script);
  • Conhecer o alfabeto;
  • Compreender a natureza alfabética do nosso sistema de escrita;
  • Dominar as relações entre grafemas e fonemas;
  • Saber decodificar palavras e textos escritos;
  • Saber ler, reconhecendo globalmente as palavras;
  • Ampliar a sacada do olhar para porções maiores de texto que meras palavras, desenvolvendo assim fluência e rapidez de leitura (fatiamento).

Ensino Médio

A BNCC Ensino Médio está organizada por áreas do conhecimento, com dois ou mais componentes curriculares, e habilidades necessárias para o desenvolvimento de competências.

snIajnmFXD nj M94a LiAR87O4M640MCVdWH6t6FG w88 uGW44JMEK2WDdrcF vhHgfs86JB K9LEdyTR0IVpcheZAuRXJPqHLnms69RzTtvO3ir57V9leVA0BNlWy2GvYiCu

As áreas do conhecimento definidas na BNCC Ensino Médio são 

  • Área de Linguagens e suas Tecnologias

Componentes curriculares: Arte, Educação Física, Língua Inglesa e Língua Portuguesa

  • Área de Matemática

Componente curricular: Matemática

  • Área de Ciências da Natureza

Componente Curricular: Biologia, Física e Química

  • Área de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas 

Componente Curricular: História, Geografia, Sociologia e Filosofia

Da mesma forma que no Ensino Fundamental, cada área do conhecimento do Ensino Médio possui competências específicas relacionadas com as 10 competências gerais da BNCC.

Os componentes curriculares Língua Portuguesa e Matemática têm competências específicas próprias.

Para cada uma dessas competências, a BNCC descreve habilidades que devem ser desenvolvidas ao longo do Ensino Médio. Essas competências e habilidades constituem a formação geral básica.

Foco na juventude e no protagonismo do aluno

A BNCC Ensino Médio destaca a necessidade de compreender a juventude de forma plural, formada por adolescentes e jovens heterogêneos, participantes ativos da sociedade.

Cabe à escola acolher as diversidades da juventude e garantir que o estudante seja protagonista de seu próprio processo de escolarização.

O protagonismo pode ser alcançado com várias técnicas, uma delas sendo o uso de metodologias ativas de aprendizagem como o design thinking, aprendizagem baseada em equipes, gamificação na educação e muitas outras.

A formação deve permitir que o jovem defina seu projeto de vida, baseado no princípio da educação integral.

O Ensino Médio deve construir aprendizagens sintonizadas com as necessidades, as possibilidades e os interesses dos estudantes e, também, com os desafios da sociedade contemporânea.

Cultura digital em pauta

Os jovens são os protagonistas da cultura digital, e as competências relacionadas às tecnologias ganham força na BNCC em toda a Educação Básica.

> Entenda quem são os nativos digitais e como preparar aulas mais personalizadas (opens in a new tab)” rel=”noreferrer noopener” class=”rank-math-link”>Saiba mais >> Entenda quem são os nativos digitais e como preparar aulas mais personalizadas

Dada a forte relação entre a juventude e a cultura digital, o Ensino Médio tem como foco reconhecer as potencialidades da tecnologia na realização de atividades de todas as áreas de conhecimento.

A BNCC Ensino Médio traz competências e habilidades que permitem aos estudantes:

  • Buscar dados e informações de forma crítica nas diferentes mídias, analisando as vantagens do uso da tecnologia e seus riscos potenciais.
  • Apropriar-se das linguagens da cultura digital para explorar e produzir conteúdos em diversas mídias, ampliando as possibilidades de acesso à ciência, à tecnologia, à cultura e ao trabalho.
  • Usar diversas ferramentas de software e aplicativos para compreender e produzir conteúdos em diversas mídias, simular fenômenos e processos das diferentes áreas do conhecimento.
  • Utilizar diferentes tecnologias, para identificar, analisar, modelar e solucionar problemas complexos em diversas áreas da vida cotidiana. 

Essas temáticas, reforçadas pelas competências gerais, apontam para uma presença maior de metodologias ativas nas escolas e modelos de ensino híbrido, que utilizam a tecnologia para mediar o conhecimento.

Saiba mais >> Ensino Híbrido: o que você precisa saber em 2020

Conclusão 

A Base Nacional Comum Curricular traz orientações fundamentais para desenvolver as competências necessárias para a formação integral de crianças e jovens.

As competências colocam o aluno em um lugar ativo no processo de ensino-aprendizagem e estimulam o desenvolvimento de habilidades capazes de promover impactos significativos na sociedade.

O objetivo da Base é contribuir para um maior equilíbrio na educação do Brasil, e garantir que todos os alunos tenham acesso a um ensino de qualidade, comprometido com as reais necessidades da geração atual.

Para se aprofundar ainda mais sobre a BNCC, recomendamos a leitura do documento completo. Esperamos que os estímulos desse post possam aguçar ainda mais o seu interesse pela educação.

Infográfico: as 10 competências gerais da BNCC

infográfico: as 10 competências gerais da bncc

Compartilhe o Infográfico no seu site

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Rodrigo Dutra

Rodrigo Dutra

Estrategista de marca e especialista de conteúdo, minha missão é encontrar formas de flexibilizar e personalizar o aprendizado para que alunos irem além de seus potenciais.

O que achou do artigo? Nos conte.

Inscreva-se para receber conteúdo e notícias sobre ensino híbrido e personalização da aprendizagem no seu e-mail toda a semana.

Quer inovar a jornada educacional?

Seja um líder educacional e inscreva-se em nossa newsletter.

Esse website usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação